Tofoli diz que há uma "janela" este ano para julgar a segunda instância

0

[ad_1]

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Tofoli, disse segunda-feira que há uma "janela" para avaliar a validade da sentença de segunda instância no segundo semestre do ano, e ressaltou, e a favor da possível liberdade do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva para que os ministros tenham “pele” para resistir às críticas.

Tofoli fez uma declaração durante a apresentação das atividades do Tribunal no primeiro semestre deste ano.

De acordo com o Chefe de Justiça do Supremo Tribunal Federal, a decisão sobre o prazo da prisão após a segunda instância ainda não foi observada, mas sublinhou que há uma possibilidade de que Augustus é.

"No começo ele não tem [na pauta] mas ele tem uma janela, se é assim. É possível. Isso é o que ainda vamos analisar", disse Tofoli.

Sobre a situação de Lula, que deveria ter outro pedido de liberdade de julgamento no segundo semestre do ano, Tofoli afirmou que essa decisão será tomada pelo tribunal.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) solicitou ao STF que reconsiderasse a decisão. ] “Já houve dois julgamentos do ex-presidente Lula em Habeas Corpus, um em abril de 2018 e outro em junho da segunda turma. Casos futuros serão considerados. O Supremo decide as coisas. E então a maioria decide. A questão é se será lançado ou não. Isto não é uma questão da agenda do STF. Este é um problema que será resolvido neste caso. (…) Quem vem ao STF, que se torna o ministro do STF, absolutamente, todo mundo tem pele aqui para resistir a qualquer crítica e pressão ”, acrescentou Tofoli.

Na terça-feira, na última reunião do seminário, o segundo grupo STF decidiu negar ao ex-presidente Lule liberdade, sem completar a análise do pedido de suspeita do ex-juiz e do atual ministro da Justiça, Sergio Moreau, representado pela defesa do P. T.

[ad_2]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.