Saúde quer audiência com prefeito para mostrar perdas

0

[ad_1]

Na manhã desta quinta-feira, o Conselho Municipal de Mossoró realizou uma audiência pública para discutir a progressão para o mérito profissional da carreira dos servidores da Prefeitura Municipal de Mossoró. (19659003) Proponente da reunião, o vereador Ozaniel Mesquita (PL) justifica a audiência pública para o descumprimento do Plano.

A audiência pública contou com participação massiva de profissionais da Saúde de Mossoró (Foto: BCS)

(PCCR) – Lei Complementar nº 020/2007, que, mesmo em vigor há 12 anos, ainda não foi regulamentada. "Também não há provisão para sua implementação", lamenta.

Na oportunidade, as autoridades de Saúde fizeram uma petição solicitando uma reunião com a prefeita Rosalba Ciarlini (PP).

Basicamente, o PCCR da Saúde tem numerosos problemas que resultam em um tratamento totalmente desigual para os servidores da saúde em relação aos demais servidores do município. Aposentadoria

Para se ter uma idéia, todos os servidores de Mossoró que têm um aumento em sua jornada de trabalho, têm aumento de maturidade, com exceção dos membros do programa ESF.

Isso significa que os servidores ESF trabalham há 12 anos para uma jornada de trabalho de 40h, mas com um prazo de 20h (nível superior) e 30h (nível médio).

"Isso também afetará a aposentadoria, quando o aposentado trabalhou 40 horas por vida, mas receberá aposentadoria como se tivesse trabalhado 20 horas (nível superior) e 30 horas (nível médio)", advertiu uma fonte do movimento. dos servidores em conversa com o Blog
<! –

->

[ad_2]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.