Robinson Faria conta para o pessoal e previsão

0

[ad_1]

Plenária com cargo técnico (Foto: Maria Gabrielle Xavier)

Na quarta-feira (26/6), o Tribunal de Contas do Estado emitiu um parecer prévio sobre a desaprovação das Contas Anuais do Governador Robinson Faria para o ano 2017. O processo foi relatado pelo advogado Tarcísio Costa, cujo voto foi unanimemente seguido pelos demais membros da Corte.

Em 2017, o gasto com pessoal do ramo executivo atingiu o percentual de 62,35% da Receita Corrente Líquida do Estado do Rio Grande do Norte, superando o limite máximo em 13,35%.

Houve um resultado negativo na previdência social de R $ 1.980.494.895,05, correspondendo a um aumento de 34,70% do déficit financeiro da Previdência Social do Estado / NR, quando comparado ao exercício de 2016, em que um déficit de R $ 1.470.214.480,36 foi encontrado.

Outros problemas também foram verificados

No caso das Contas Anuais de Governo, o parecer prévio do ECA é opinativo e segue como uma peça técnica para deliberação da Assembléia Legislativa, que é responsável por falhar ou aprovar o contas do governador. Os conselheiros também decidiram encaminhá-lo ao Ministério Público Estadual, para possíveis medidas no âmbito do Judiciário.

Saiba mais detalhes clicando em AQUI .

Siga o Blog Carlos Santos [HERE] .

<! –

->

[ad_2]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.