Polícia registrou cinco roubos de carros em uma hora em Natal

0

[ad_1]

Por volta de 01:00 da noite de segunda-feira (2) em Natal, os criminosos roubaram cinco carros. Os casos foram notificados pela Central de Flagrantes, no bairro da Cidade da Esperança, na zona oeste da capital. Três carros foram descobertos durante a noite, mas nenhum suspeito foi preso. Outros casos foram relatados entre o amanhecer e esta manhã de terça-feira (2).

O primeiro ataque reportado foi no Satélite Ciudad, na zona sul de Natal. Um motorista foi abordado por criminosos que já haviam chegado a Nelson Geraldo Freire em outro carro roubado. No entanto, os atacantes encontraram dificuldades em dirigir um carro que era automático e deixaram o carro na mesma rua. O incidente aconteceu por volta das 20h30.

Segundo as testemunhas, os três suspeitos saíram correndo e pegaram outro motorista, pegando o modelo do carro Duster. Com a ajuda de um carro, eles foram para a área da Cidade da Esperança, onde pegaram outro veículo e ainda cometeram vários saques, segundo a polícia militar. Segundo uma das vítimas, adolescentes eram ladrões.

Também na cidade de Hope, ao mesmo tempo, três suspeitos se aproximaram do taxista. Os gangsters entraram no carro, passando pelos passageiros, e iniciaram a corrida, dizendo que iriam para Mangabeira, para Makaibu, na região metropolitana de Natal. Mas quando chegaram ao município, deixaram o trabalhador na rua. O veículo foi encontrado pouco depois no centro da cidade.

No Centro de Natal, a polícia militar foi implantada em outro caso. Um veículo de Sandero foi sequestrado por pelo menos três homens e depois abandonado.

Mesmo ao amanhecer, por volta das 0:30, um carro foi roubado na área da Candeleria, Zona Sul. os criminosos ainda eram usados ​​em outro ataque na madrugada de terça-feira (2), na Rodovia Costeira. Mas a polícia militar conseguiu encontrar dois carros na área de Ma Luisa, na zona leste da capital. O suspeito foi preso.

G1

[ad_2]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.