Polícia deve investigar parentes e drogas corruptas na propriedade de um sargento

0

[ad_1]

A polícia civil do DF, com experiência na guerra contra o narcotráfico, acredita que será necessário investigar a família do Sargento FAB Manoel Silva Rodriguez, preso na Espanha com 39 kg de cocaína, para verificar o desenvolvimento de seus genéricos. Um levantamento preliminar de que esta coluna não tem acesso a nada indica uma atividade ilegal se ela não estiver oculta e ocultar o que recebe. O caminho é investigar parentes próximos, e também checar alguma chantagem do crime organizado.

A tese prevalecente, devido ao número de viagens feitas, é que o sargento está envolvido há muito tempo no esquema do tráfico ilícito de drogas.

No sistema de informação A polícia não tem nada conectando sargento com crimes, exceto duas vezes como vítima de estelionato

POWER DIÁRIO

[ad_2]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.