O número de assassinatos no RN diminuiu em 30% nos primeiros seis meses

0

[ad_1]

A Secretária de Estado de Segurança Pública e Proteção Social (conjuntamente) apresentou juntamente com a Polícia Militar, a Polícia Civil, o Instituto Técnico-Científico de Exames (ITEP) e o Corpo de Bombeiros Militares (CBM): na terça-feira (02), o balanço de ação segurança pública no primeiro semestre de 2019.

Baseado em estatísticas publicadas pela Coordenação de Estatística e Análise Criminal (Coine), 718 Crimes Letais Violentos Intencionais (CVLI), uma queda de 30% em relação ao mesmo período de 2018, quando foram registrados 1033 CVLI. Reduzir este número leva a salvar 315 vidas de janeiro a junho de 2019.

Além de reduzir o número de CVLIs, Coyne aponta para cortes em outras áreas criminosas. Nos casos de ataques a bancos, houve 16 casos no período alocado em 2019, uma diminuição de 13 registros e uma redução de 44% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Nas estatísticas para o número de casos de estupro na região metropolitana de Natal mais uma redução significativa. No primeiro semestre de 2018, houve 29 casos. Para o mesmo período de 2019, a redução foi de 65% e 10 crimes foram registrados.

Em geral, durante os atos de comportamento violento contra a propriedade (CVP) no primeiro semestre de 2018, 6.073 casos foram registrados, um decréscimo de 128 entradas em relação a 2019, onde 5.945 ocorreram.

Segurança fornece cobertura desses resultados. Todas as instituições que fazem parte da segurança pública do Rio Grande do Norte devem ser reconhecidas pelo esforço e trabalho que demonstram ”, disse o coronel Francisco Araújo, Secretário de Segurança e Previdência Social.

POLÍCIA MILITAR

A Polícia do Rio Grande do Norte, através da Administração Rodoviária Estadual (CPRE), de janeiro a junho de 2019, preparou 14.115 notificações de infrações, realizou 2.949 exames de alcoolemia, registrou uma coleção de 698 carteiras de habilitação nacionais (CNH) e 423 St. registro e licenciamento de veículos automotores (CRLV) e 47 veículos foram restaurados

Durante operações na região metropolitana de Natal, o Comando da Polícia Metropolitana (PSC) prendeu 154 pessoas, apreendeu 317 armas e registrou um total de 1.200 armas de fogo armas, bem como registrou nove casos de apreensão de drogas, 274 casos de dependência de drogas.O comando também trabalhou na recuperação de 207 carros.

No interior do Rio Grande do Norte, o Comando da Polícia Interna (CPI) realizou 251 prisões e capturou 36 fugitivos. Entre as apreensões, o Comando coletou 137 armas, registrou 116 casos de apreensões de drogas e apreendeu 38 veículos e 23 bicicletas. O CPI recuperou 281 veículos.
Em parceria com a Secretaria Estadual de Trânsito Rodoviário (Detran), a Polícia Militar participou de todas as 50 deflagrações da Operação Leu Seca em todo o Rio Grande do Norte no primeiro semestre de 2019.

ITEP

Instituto de Especialização Científica e Técnica (ITEP-RN), que tem serviços legais de medicina legal e perícia criminal em todas as divisões regionais No período de janeiro a junho de 2019, o ITEP completou quase 13.000 relatórios.

No primeiro semestre deste ano, cerca de 200.000 carteiras de identidade foram emitidas durante as consultas realizadas em 21 Centros de Cidadania espalhados pelo Rio Grande do Norte
. O ITEP-RN foi coletado apenas nos primeiros seis meses para desenvolver um banco estatal de perfis genéticos, que estará ligado ao sistema nacional como um importante aliado na luta contra o crime.

POLÍCIA CIVIL

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte prendeu 828 pessoas suspeitas de crimes contra a humanidade de janeiro a maio de 2019. várias operações e executar cerca de 30 operações em todo o estado do Rio Grande do Norte. Durante este período, a polícia civil apreendeu quatro toneladas de drogas, apreendeu 1882 carros e enviou 2.833 investigações policiais a juízes.

Bombeiros

A brigada de bombeiros militar teve as maiores taxas em casos preventivos. No primeiro semestre de 2019, mais de 1.800 projetos foram analisados, e outros 2.000 foram pesquisados, em alguns casos, os bombeiros prestaram assistência a 359 serviços de emergência em 662 situações envolvendo um enxame de insetos, em 317 casos envolvendo árvores perigosas.

[ad_2]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.