O investimento em mega resort no RN pode chegar a US $ 1 bilhão

0


Por Josivan Barbosa

Depois de adquirir terras em 2009 de 2.347 hectares na costa do Rio Grande do Norte, precisamente em Baia Formosa, na fronteira com o rio Curimataú e perto da praia de Pipa, na Polônia. O grupo Gremi anunciou um mega investimento em um resort de luxo que pode chegar a um bilhão de reais.

O grupo obteve licenças ambientais no final de 2018 para começar a construir. No total, o projeto inclui até 2.641 unidades construídas em 553,79 hectares. Espera-se que o empreendimento seja o maior projeto de hospitalidade de luxo da América Latina.

A área a ser explorada pelo grupo europeu possui um vasto espaço à beira-mar em grandes investimentos (Print: company)

Turismo no RN 2

Espera-se que o complexo de luxo tenha spas, campo de pólo, estrutura de pesca, planetário, centro de proteção de tartarugas e grandes lojas de marcas.

A primeira fase do projeto está avaliada em US $ 146 milhões. O investimento será estruturado como um fundo de investimento alternativo reservado (RAIF) no Luxemburgo. A Gremi International, grupo de Hajdarowicz, receberá US $ 46 milhões. E busca investidores pelos outros US $ 100 milhões.

A Gremi assinou um contrato de 40 anos com a Six Senses, uma empresa de destino de luxo que gerenciará as operações da primeira fase do projeto, as 185 unidades. . Saiba mais detalhes clicando em HERE

Turismo no RN 3

As companhias aéreas este ano reforçaram as negociações diretas com os governos estaduais para expandir sua oferta de voos em troca da redução da taxa de imposto.

No contrato do Governo do RN com a Gol, existem 96 novos vôos para Natal e no contrato com a Latam haverá 13 novos vôos.

As taxas de ICMS no querosene de aviação são definidas por cada estado. De acordo com a legislação, o Conselho Nacional de Política Financeira (CONFAZ) estabelece um piso e um teto para essas taxas, que atualmente se situam entre 12% e 25%. Quando um estado decide adotar porcentagens fora desse intervalo, é necessária a aprovação dos outros governos em Confaz.

Projetos não suportados

Nenhum dos 11 representantes de RN em Brasília deu importância à alocação de recursos da Emenda. para os projetos do PISCA (Projeto de Irrigação de Santa Cruz do Apodi) e para o projeto da Hidrelétrica de Santa Cruz. Ambos já destinaram muitos milhões de dólares que estão enterrados e sendo desperdiçados. No caso do Projeto de Irrigação da Chapada do Apodi, sua retomada seria fundamental para a conclusão do contrato de exportação de melão para o continente asiático.

Infelizmente, as contrapartes estaduais e federais estão longe das demandas dos produtores de melão. agricultura irrigada.

RN na cauda

Nosso Rio Grande do Norte tem que percorrer um longo caminho na gestão pública. Esta semana foi a penúltima no ranking de consistência das informações contábeis e fiscais entre as 27 unidades da federação, vencendo apenas Roraima.

Esta é a primeira classificação preparada pelo Tesouro Nacional para verificar dados inconsistentes e corrigir respostas entre documentos fiscais. e informações contábeis fornecidas pelas próprias entidades ao Sistema Brasileiro de Informações Contábeis e Tributárias (SICONFI). A pesquisa faz parte de um amplo programa para harmonizar e melhorar a qualidade das informações fornecidas pelos estados.

Nesta primeira análise, a igualdade de valores entre diferentes relatórios foi verificada. Três dimensões foram consideradas. A primeira foi a dimensão contábil. O segundo, o imposto. Na terceira dimensão, foram comparados os dados contábeis e tributários.

Atenção Mossoró

Uma excelente oportunidade para o município de Mossoró avançar em seus projetos de infraestrutura urbana. O conselho do Novo Banco de Desenvolvimento (NDB), o Bank of Brics, aprovou um empréstimo de US $ 500 milhões para um programa do Ministério do Meio Ambiente para financiar infra-estrutura nos municípios.

O programa financiará projetos de saneamento e tratamento de resíduos. eliminar lixões, energia renovável e mobilidade urbana. Os empréstimos serão preferencialmente utilizados pelos municípios, mas também poderão ser contratados por empresas privadas diretamente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) – gerente de contratos – ou de bancos públicos intermediários: Caixa, Banco do Brasil e bancos de desenvolvimento regional.

A taxa de juros anual varia de 0,65% a 1,35% mais a London Interbank Libor, com vencimento de oito a 19 anos.

Josivan Barbosa é professor e ex-reitor da Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa)

<! –

->

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.