O INSS está com pressa para começar a pentear as pensões

0

[ad_1]

Uma excelente combinação de benefícios com sinais de irregularidade começará “o mais rápido possível”, disse Clovis de Castro Junior, diretor do INSS, nesta quinta-feira (4). Medida provisória do presidente Jayre Bolsonaro, o programa de revisão só se tornou viável na última terça-feira (2), com a aprovação do Congresso de uma previsão de custos de US $ 223,8 milhões para servidores que participam da competição.
Nele, funcionários administrativos revisarão os benefícios, indicando as irregularidades referidas pelo TCU (Tribunal de Contas da União) e outras autoridades supervisoras da administração pública.

“As partes mais difíceis já foram concluídas”, disse Castro Junior,
. O início da revisão, que pode ocorrer em algumas semanas ou até mesmo dias, também possibilita desbloquear a lista de espera para a aposentadoria.

Além de consideração No caso de casos suspeitos, o programa permite o pagamento de bônus a servidores que analisam solicitações que foram interrompidas por mais de 45 dias – o tempo oficial do INSS para responder a solicitações.

Hoje, o tempo médio de resposta é de cinco meses.

Espera-se que o prêmio pago aos funcionários que executam horas ou cheques extraordinários, ou seja, gastam horas extras, compense as perdas no pessoal da agência devido a pedidos de demissão de funcionários.
Em 2018, o INSS foi responsável por automatizar os serviços prestados para cobrir o número de funcionários, 6000 chamadas automáticas por mês. "Queremos que a maioria das visitas ocorra automaticamente, não contaremos com bônus durante toda a nossa vida", disse o diretor.

] Folhapress

[ad_2]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.