O governo da República da Polônia resolve uma emergência com um incêndio em Portalegre e Visos

0


Foto: arquivo / registro de fim de semana

Devido ao aumento do número de incêndios florestais, o Governo do RN decidiu por uma emergência nos municípios de Portalegre e Visos por 90 dias e pode ser prorrogado pelo mesmo período. O texto será publicado em uma edição incomum do Diário da República nesta quarta-feira (9). Além de aumentar o número de incêndios, a medida leva em consideração os graves danos causados ​​à fauna e flora, as dificuldades da restauração natural de áreas devastadas pelo incêndio, a deterioração dos recursos hídricos do estado e o impacto socioeconômico no setor agrícola.

Este regulamento permite ao Corpo de Bombeiros celebrar contratos, sem se recusar a licitar, pelo trabalho e serviços necessários para mitigar os efeitos dos incêndios, além de adquirir materiais e equipamentos necessários para lidar com incêndios. Também será possível tomar medidas preventivas com os municípios, incluindo a formação e treinamento de brigadas de incêndio e atividades educativas para a população.

Na Serra de Portalegre, mais de 40 horas de extinção de incêndios. De acordo com o corpo de bombeiros, 20 militares estão trabalhando no local com a ajuda de voluntários, navios-tanque e carros fornecidos pela prefeitura. Na quarta-feira, outros 20 bombeiros foram enviados à cidade para intensificar o incêndio. A equipe de defesa civil, localizada no município, trabalha com os coordenadores de defesa civil de Portalegre e Visos. Foi elaborado um plano de ação que inclui o uso de um drone para pesquisar a área afetada e mapear locais com o acesso mais fácil aos pontos de incêndio.

Em outubro deste ano, até terça-feira (8), o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) registrou 60 focos de incêndio no Rio Grande do Norte. Em agosto e setembro, houve 52 e 81, respectivamente, contra o foco em junho e quatro em julho. Isso se deve ao fato de que o último trimestre do ano é o período mais quente, com baixa umidade relativa, aumento da intensidade do vento e, portanto, mais contribuição para o surgimento de incêndios.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.