O Congresso promulgou a Lei de Diretrizes Orçamentárias; o texto vai sancionar

0


O Plenário do Congresso Nacional aprovou nesta quarta-feira (9) o Projeto de Lei Orçamentária (LDO) 2020. O texto se refere à sanção do presidente Jair Bolsonaro.

LDO é a base usada pelo governo. desenvolver o orçamento da União proposto para 2020. Entre outras coisas, o texto lista as metas e prioridades da administração federal.

A proposta foi considerada mais de um mês após a chegada do Congresso da OLP. ) no próximo ano.

O LDO 2020 deveria ser aprovado antes do intervalo de julho, conforme previsto na Constituição. No entanto, como os congressistas ainda não haviam analisado o texto antes daquele mês, acabaram tendo o chamado "intervalo branco", uma espécie de intervalo informal.

O texto prevê a distribuição de emendas parlamentares dos bancos estatais para o fundo do fundo de financiamento. campanha para as eleições de 2020.

No entanto, o custo final do fundo eleitoral será determinado durante a discussão da Lei do Orçamento 2020, que será considerada em dezembro.

O Congresso rejeitou o ponto principal (a proposta de emenda para estabelecer uma regra que proporcionaria ganhos reais na redistribuição do salário mínimo.

A proposta incluía a seguinte fórmula: “A reestruturação do salário mínimo para 2020 será consistente com a mudança no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) ), calculado e emitido pela Fundação Brasileira do Instituto de Geografia e Estatística (IBGE), foi acumulado 12 (doze) meses antes do mês de reajuste e, conforme aplicado o percentual, o equivalente taxa de crescimento entny do PIB real, certa IBGE para 2018".

O texto aprovado pelo Congresso, estabelece um reajuste do salário mínimo é apenas com a ajuda de inflação em linha com o impulso das propostas do executivo.

do G1

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.