O aparato estatal não é apenas gente, mas legislação, diz Bolsonaro

0

[ad_1]

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse no domingo, 30, que a "falsificação" do Estado brasileiro não é "apenas gente, mas também legislação". Crítica de Bolsonaro vem quando a população retorna às ruas no domingo em defesa do Lava-Jato e instruções do governo e críticas às decisões do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal.

Esta semana No passado, o governo foi forçado a recuar em sua intenção de afrouxar as regras para comprar, possuir e possuir armas no país depois que o Senado revogou dois decretos relativos a medidas. Ao mesmo tempo, o Supremo Tribunal Federal (STF) aboliu uma das medidas do governo e apoiou as atividades dos conselhos estabelecidos em conformidade com a lei.

“A falsificação no Brasil não é só das pessoas, mas também da legislação que foi amarrada. (Há) um grande número de dicas. Tem um ministério, que inclui 200 pessoas, o que equivale a um terço do parlamento. Não há como você resolver isso. É muito difícil combater isso ”, disse o presidente assim que chegou ao Palácio Alvorad depois de participar da reunião do G-20 no Japão.

Bolsonaro criticou novamente o uso de instruções políticas para conseguir o apoio do governo. "Se eu fosse um ministro indicado por uma das partes, um secretário indicado por outra parte, eu não chegaria a lugar algum, porque eles não tinham obrigação de fazer algo pelo Brasil."

Bolsonaro não tem agenda oficial neste domingo em Brasília. O presidente anunciou sua intenção de ir a Belo Horizonte na terça-feira para acompanhar a partida entre Brasil e Argentina.

Estadão Content

[ad_2]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.