MEMBROS DO CORPO DIPLOMÁTICO DOS ESTADOS UNIDOS NO BRASIL VISITAM A CIDADE DE RIACHUELO PARA CONHECER A HISTÓRIA DO DESASTRE DE UMA CATALINA HIDROONDAS OCORRENTES DURANTE A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL

0


Eles também já foram discutidos sobre a tribulação desta aeronave, quando esse episódio histórico irá completar 75 anos em 10 de maio próximo.

Foto de um hidroavião Catalina VP-45 PBY-5A, junto com os militares do Esquadrão de Patrulha Aérea da Marinha dos Estados Unidos – Fonte – NARA – através do pesquisador Rostand Medeiros.

Fonte – Prefeitura Municipal de Riachuelo – RN

Em 29 de março de 2019, o diplomata americano Daniel A. Stewart e um funcionário do Consulado Stuart Alan Beechler, do Consulado Geral dos Estados Unidos em Recife, estavam em Riachuelo.

Prefeita Mara Cavalcanti com o diplomata americano Entre os objetivos da visita estava um encontro com a prefeita Mara Cavalcanti para conhecer os aspectos gerais do município e buscar detalhes sobre o acidente. Daniel A. Stewart, do Consulado Geral dos Estados Unidos em Recife.

de um hidroavião PBY-5A da Marinha dos Estados Unidos, ocorrido em 10 de maio de 1944, durante a Segunda Guerra Mundial.

Nesse dia, quase 75 anos atrás,
um dia nublado, por volta das 3 horas o relógio da tarde, ex-membros do nosso
testemunhou a queda e destruição desta aeronave para cerca de 20
quilômetros do pequeno Riachuelo, onde moravam cerca de 200 pessoas.

Foto da época da Segunda Guerra Mundial de um hidroavião de Catalina, semelhante ao que aconteceu perto de Riachuelo – Fonte – NARA – através do pesquisador Rostand Medeiros

No desastre, dez
Aviadores navais americanos, incluindo o oficial Calder Atkinson, comandante
do esquadrão de patrulha anti-submarino VP-45, que foi baseado em
Belém, estado do Pará. Naquela época, as forças armadas brasileiras lutaram juntas
com os militares dos Estados Unidos contra as ações beligerantes dos submarinos
Alemães e italianos no Oceano Atlântico, que atacaram e
navios mercantes do Brasil e de outros países. A Catalina do VP-45 que caiu
perto de nossa cidade foi uma das aeronaves que participaram das ações de

Outra vista de uma Catalina – Fonte – NARA – através do pesquisador Rostand Medeiros

Entre os escombros foram encontrados os corpos desfigurados do Comandante Calder Atkinson e nove outros tripulantes. Mesmo antes do quadro sinistro, nossos ancestrais tiveram o cuidado de levar esses restos mortais para o cemitério da cidade, onde foram enterrados com todo respeito, dignidade e atenção.

Foto do Comandante Calder Atkinson, que morreu no outono de Catalina em 10 de maio de 1944 – Fonte – NARA – através do pesquisador Rostand Medeiros

Essa atitude honrosa do povo do Rio de Janeiro atraiu a atenção de Daniel Stewart e Stuart Beechler, que informaram que o Consulado Geral dos Estados Unidos em Recife participará das homenagens planejadas por nossa administração municipal para marcar o 75º aniversário desse episódio. Nesta ocasião estará presente em nossa cidade o Sr. John Barrett, atual Cônsul Geral dos Estados Unidos na capital pernambucana.

Visitantes que estavam em Riachuelo. Da esquerda para a direita, vemos os Srs.
Stuart Alan Beechler e Daniel A. Stewart, do Consulado dos Estados Unidos em Recife, seguido por Rostand Medeiros, escrevendo e membro do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul. Norte e Capitão do Mar e Marinho da Guerra (RR) Edison Nonato de Faria
– Foto – Charles Franklin de Freitas

Além dos membros desta representação diplomática e do executivo municipal, a A Marinha do Brasil participará da homenagem, que estará presente com a Banda de Música do Corpo de Fuzileiros Navais e uma representação oficial do Terceiro Distrito Naval de Natal. Apoiando esse importante intercâmbio entre a Marinha e a Prefeitura Municipal de Riachuelo, contamos com a inestimável participação do Capitão dos Fuzileiros Navais e Guerra Marinha (RR) Edison Nonato de Faria, que também esteve com os americanos visitando nossa cidade.

Reunião de visitantes com a prefeita Mara Cavalcanti – Foto – Charles Franklin de Freitas Gois

Este episódio histórico é bem conhecido dos habitantes de nossa comunidade. Mas recentemente o escritor e pesquisador Rostand Medeiros, membro do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte – IHGRN, esteve em Riachuelo em busca de mais informações sobre o acidente. Este pesquisador queria obter mais subsídios para o desenvolvimento de um livro sobre a Segunda Guerra no Rio Grande do Norte. Ao realizar esta pesquisa, Rostand Medeiros contou com o apoio de Aílton de Freitas Macedo, secretária de Administração do Riachuelo, que procurou ajudar com todas as informações possíveis.

O Secretário de Administração Aílton Freitas apresenta um dos possíveis lugares para o evento 10 de maio – Foto – Charles Franklin de Freitas Gois

Uma das últimas testemunhas
deste episódio é o Sr. José Lourenço Filho, que foi entrevistado, como
também moradores de áreas rurais e locais da região. O resultado desta pesquisa é
um dos capítulos do livro "Sobrevoo – Episódios da Segunda Guerra Mundial no
Rio Grande do Norte ", lançado em 2 de abril deste ano no Estado
SEBRAE-RN, que apoiou a realização deste trabalho.

Livro que inclui o episódio da queda deste avião perto de Riachuelo em 1944. Segundo Rostand Medeiros este livro faz parte da coleção "A participação do Rio Grande do Norte na Segunda Guerra Mundial", três livros produzidos pela Caravela Selo Cultural e apoio do SEBRAE-RN. Incluídos nesta coleção estão os livros "Engenharia Americana em Natal na Segunda Guerra Mundial", Leonardo Dantas de Oliveira, Osvaldo Pires de Souza e Giovanni Maciel de Araújo Silva. a Segunda Guerra Mundial no Rio Grande do Norte ", reunindo artigos científicos e organizados pelo escritor e editor da Caravela José Correia Torres Neto.

Rostand Medeiros também acompanhou Daniel Stewart e Stuart Beechler durante esta visita

oito da manhã eles
chegou à prefeitura, onde realizou uma reunião preliminar com o
Prefeita Mara Cavalcanti, Secretária de Administração Aílton Freitas e Sara Gardênia,
Secretário assistente. Neste contato foi definido como o
evento de caráter histórico / educacional em 10 de maio e foram
aspectos tais como a localização da cerimónia e a participação do
envolvido. Então os visitantes visitaram vários lugares da cidade,
depois de uma reunião com o Sr. José Lourenço Filho, que
emocionalmente recebeu todos e narrou alguns fatos sobre o episódio
em maio de 1944.

José Lourenço Filho lembrando para os americanos o episódio de 10 de maio de 1944
– Foto – Charles Franklin de Freitas Gois.

A delegação procedeu então ao Cemitério Municipal, onde os oficiais americanos desejaram saber onde os restos dos dez Aviadores Navais foram depositados pelos Riachuelenses. A sepultura coletiva ficava na antiga área dessa necrópole, ao lado da parede das traseiras daquele lugar. Uma peça interessante narrada pelo pesquisador Rostand Medeiros é que hoje esses aviadores navais estão enterrados em um cemitério militar no estado de Illinois, Estados Unidos, onde seus restos mortais estão reunidos em um único túmulo, assim como em Riachuelo.

O grupo de visitantes, liderado pela secretária Aílton Freitas, visita o local onde os aviadores navais de seu país foram enterrados em 1944 – Foto – Charles Franklin de Freitas Gois.

Antes do grupo ir para
o lugar onde o avião Catalina caiu, surpreendentemente eles poderiam
conhecer um objeto original do naufrágio: uma colher de prata com o
símbolo da Marinha dos Estados Unidos e bem preservada. Esta verdade
relíquia está atualmente na posse de uma família do Rio de
tem enorme respeito pela peça e a preserva da melhor maneira possível.

Foto – Charles Franklin de Freitas Gois.

Depois de tudo seguido
estradas no campo, circulando em áreas que estão recebendo boas
chove este ano de 2019. O grupo foi para a área de queda de Catalina, onde
(19459016), Stuart Beechler, Aílton Freitas e Rostand Medeiros na área do desastre de Catalina – Foto – Charles Franklin de Freitas Góis

Em troca da sede da nossa
prefeitura, houve uma nova reunião com a prefeita Mara Cavalcanti e eles foram bem sucedidos.
várias deliberações para o evento que acontecerá em 10 de maio.

A prefeita Mara Cavalcanti recebe um presente do diplomata Daniel A. Stewart
– Foto – Charles Franklin de Freitas Gois

Com esta atividade A prefeitura
Municipal de Riachuelo honrará de maneira digna a memória dos militares aliados
que sacrificaram suas vidas em prol da liberdade, assim como as de nossos
antepassados ​​que sabiam com extrema dignidade e atenção para

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.