Durante um evento em Aracaju, empresário chama o governador de mentiroso e se mata com um tiro na boca

0


O empresário Sadi Gitz, proprietário de uma olaria em Aracaju, foi morto hoje durante o “Simpósio de Oportunidades: Um novo cenário de gás natural em Aracaju, no Radisson Hotel.

Logo após o discurso do governador Belivaldo Chagas (PSD), o empresário, que estava sentado, teria gritado: "Belivaldo, você é um mentiroso" e atirou em sua própria boca.

Fontes do governo estadual disseram que o empresário possuía uma fábrica de cerâmica que havia entrado em hibernação, por causa do alto preço do gás, e com isso ele teria falhado.

A indústria cerâmica Escurial vinha enfrentando dificuldades há algum tempo e atualmente está em recuperação judicial. A empresa começou a consumir gás com pagamento antecipado e há cerca de dois meses paralisou as atividades devido à falta de condições de caixa.

O governo de Sergipe lamentou o que aconteceu nas redes sociais:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.