Crescimento de 175%: quase três vezes a produção de energia solar por ano no Rio Grande do Norte

0


O sol, que parece estar cobrindo o Rio Grande do Norte, além de gerar calor, luz natural e um inesquecível pôr do sol nas margens do rio Potengi, como descrito pela folclorista Camara Cascudo, hoje é uma fonte de acumulação de riqueza para o estado. Segundo a Agência Nacional de Eletricidade (Aneel), sua incidência, uma das mais fortes entre as unidades federais brasileiras, levou ao fato de que a geração de energia solar fotovoltaica no estado aumentou 175% ao ano no estado.

Até o final de setembro, 1.986 projetos rurais, residenciais, industriais, comerciais e públicos possuíam uma capacidade instalada de 28.264,62 kW. É criado a partir de painéis que capturam a luz solar. A tendência é que o uso dessa matriz energética cresça ainda mais como resultado do último leilão de energia renovável realizado pela Aneel, que sugeriu que mais dois parques solares serão construídos até 2025. No Brasil, a energia fotovoltaica conectada à rede estava no final do mês passado – 954,6 MW. Em todo o país, segundo a Anil, 69% dos municípios possuem pelo menos um sistema fotovoltaico.

No Rio Grande do Norte, um deles está localizado em 56,3% das cidades. Segundo a Aneel, esse percentual é o terceiro maior do nordeste, logo atrás de Ceára, com 76,6%, e Pernambuco, com 68,5%. Os números fornecidos pela Companhia de Energia do Rio Grande do Norte (Cosern) exclusivamente ao Tribunal do Norte mostram o aumento no número de unidades geradoras dessa matriz energética no estado. A Procuradoria Geral da República (PGJ) é um exemplo prático desse crescimento. Este ano, o instituto instalou painéis solares em sete edifícios, que ele conseguiu atualizar para economizar dinheiro.

Para continuar lendo, clique aqui: http://www.tribunadonorte.com .br / news / Solar-Generation-Crescendo-175-no-rn / 463125

NORTH TRIBUNA [19659006]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.