CONTRABANDO: Veja quem foi preso pela PF na Operação Níquel que acionou o RN nesta terça-feira

0

Foto: Reprodução

O juiz federal Walter Nunes da Silva Júnior, proprietário do 2º Tribunal Federal de Justiça, ordenou a prisão de seis pessoas sob a Operação Níquel, que foi lançada hoje e pertence a uma quadrilha especializada em contrabando de cigarros. As prisões de Aldenir Garcia da Silva, conhecido como "Careca", André Luís Fernandes da Fonseca, Assaf Elias Assaf, Sildaire Gregório da Silva, conhecido como "Sid", Leonardo Aparecido do Vale, Julierme Rodrigues de Souza e Thiago Bruno de Queiroz.

Além disso, foram determinadas pesquisas e apreensões e bloqueio de valores no total de US $ 16.185.368,00. Os valores incluem os bens daqueles que identificaram a prisão, além de José Raimundo Correia Moraes, Luciana de Souza Araújo Silva, Tony Edson Ramos Agostinho Silva, Jardson da Silva, JS Transportadora e Rameca do Nascimento Silva. No caso de André Luís, tenente-coronel da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, o juiz indicou que ele desempenhava um papel de liderança na organização.

"Tenente-Coronel da Polícia Militar ANDRÉ LUIS FERNANDES DA FONSECA Liderança na organização examinada, liderança das atividades operacionais e financeiras, bem como liderança dos outros membros do grupo. Os dados também foram incluídos na investigação, segundo a qual ANDRÉ LUIS FERNANDES ordena medidas para garantir a continuidade das operações do grupo, como: B. protegendo possíveis intervenções policiais e até suspeita que ele usa a ajuda de um funcionário da polícia rodoviária federal. Nesse estado, em que o fluxo de produtos é rentável, o transporte de mercadorias é particularmente fácil ”, escreveu o juiz federal Walter Nunes. A decisão também incluiu medidas cautelares para Luciana de Souza Araújo Silva, Jardson da Silva e Rameca do Nascimento Silva, que devem participar da segunda secretaria do tribunal todos os meses Potiguar .

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.