Comissão especial deve votar o Relatório da Segurança Social na quinta-feira

0

[ad_1]

O Comitê Especial, que analisa a reforma da seguridade social, fechou a madrugada desta quinta-feira, quarta sessão, na qual foi lido um novo acréscimo à votação do repórter Samuel Moreira (PSDB-SP). Os documentos serão retomados esta manhã e a votação do texto começará às 9h. O presidente do Comitê, Marcelo Ramos (LP-AM), abriu o processo de votação antes de encerrar a sessão ao amanhecer. Isso deve impedir novas alterações no texto.

Ramos também anunciou um prazo de 10 horas nesta quinta-feira para que as partes possam se destacar. No momento, havia 138 destaques e 14 foram retirados. Destes, 25 das lojas e 99 individuais.

A reunião deveria começar na quarta-feira, às 3 horas, às 13:00, mas seu início foi adiado porque o palestrante introduziu mudanças no texto. Os deputados e o governo tentaram adaptar o acordo à votação, que no final não se vingou. A reunião começou às 19h50 e durou quase seis horas.

Cinco pedidos para adiar a discussão foram aceitos. Todos foram derrubados. Antes de encerrar a sessão, o palestrante também mencionou algumas novas alterações de redação em sua votação adicional, que não alterou significativamente o conteúdo da proposta.

Conteúdo do Estadão

[ad_2]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.