Bolsonaro garante que o novo partido não usará fundo eleitoral sancionado

0

Foto: José Cruz / Agência Brasil

O novo partido do presidente Jair Bolsonaro, Aliança pelo Brasil, não utilizará o fundo eleitoral de R $ 2 bilhões (17) aprovado ontem à noite com o orçamento de 2020 O presidente fez a declaração durante um discurso em um evento para mobilizar apoiadores da nova lenda na associação comercial do distrito federal de Brasília. As informações são da Agência Brasil.

O Presidente argumentou que a falta de sanção do fundo aprovado pelo Congresso poderia resultar em um crime de responsabilidade. Ele disse que sancionou relutantemente o fundo eleitoral, mas garantiu que a Aliança não usaria os fundos para atrair apoiadores ou disputaria as eleições locais deste ano se a legenda conseguisse coletar assinaturas suficientes para tornar oficial a criação.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.