Bolsonaro critica "lei errada" e diz que prejudicaria a democracia se votasse contra o fundo eleitoral

0

Em ataques sob a sanção de um fundo eleitoral de R $ 2 bilhões, o presidente Jair Bolsonaro chamou de "lei errada" que o criticou pela iniciativa e disse no sábado (18) que impediria a democracia se se opusesse. a medida vetada. As informações são da Folha de S. Paulo.

Quando a aliança foi mobilizada para o Brasil, um partido que deveria tornar isso possível, ele disse que era escravo da legislação e os parlamentares e senadores do PSL que se opuseram à sua decisão disseram "abobrinha". [19659002] "A esquerda fez tudo bem. O certo errado e as exceções já estão caindo. "Ele deveria vetar esse fundo." Eu tenho que cumprir a lei ”, ele disse. “Nós somos escravos da lei. Eu dificultaria a democracia e o cumprimento da lei eleitoral através do veto ”, acrescentou.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.