Agora RN »Na reserva, Styvenson recebeu salários completos e terá que reembolsar

0


O senador Styvenson Valentim (Podemos) recebeu, por três meses, salários incorretos do governo do Rio Grande do Norte. Segundo um memorando da Secretaria de Estado de Administração e Recursos Humanos (Searh), o erro de cálculo causou um dano equivalente de R $ 18.474,29 aos cofres públicos, que serão reembolsados ​​pelo ex-policial nas próximas páginas.

Depois de ser eleito para o Senado no ano passado, Styvenson se tornou parte da reserva da Polícia Militar. Como resultado, ele deveria ter recebido um salário compatível com seu tempo no cargo (15 anos).

Segundo Searh, o Instituto de Previdência Social dos Servos do Estado do RN (Ipern) atribuiu indevidamente o pagamento da remuneração integral ao senador da época. meses de janeiro, fevereiro e março, mas quando alertados pelo erro, fizeram a correção na folha de pagamento e Styvenson passou a receber os valores certos a partir de abril.

Diante do cenário, a Secretaria de Administração e Recursos Humanos reportará a Styvenson que ele sofrerá descontos em seus próximos salários como forma de reembolsar os montantes que foram pagos com o maior valor nos primeiros três meses de 2019. [19659005MontantespagosaStyvensondejaneiroejunhodesteano Agora RN o escritório de imprensa de Styvenson informou que a viagem do membro à reserva só foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE)

em 8 de fevereiro, e que esta foi a razão pela qual Ele foi remunerado como um PM ativo nos primeiros meses deste ano.

De acordo com o comunicado, Styvenson não teria sido oficializado em nenhum momento do possível erro cometido pelo Executivo. Quando soube do problema, ele instruiu seu advogado a verificar se a remuneração era paga indevidamente pelas medidas a serem tomadas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.