"A obra pública não pode ser afetada por manchas", diz Femurn sobre a rejeição de fundos

0

A Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn) decidiu na sexta-feira à tarde (24) o que aconteceu entre o prefeito de Encanto, Atevaldo Nazário, e o senador Styvenson Valentim. Segundo a associação, "as obras públicas não podem ser manchadas porque há risco de descontinuidade".

A controvérsia começou quando o senador revelou trechos de uma conversa em que o prefeito rejeitou uma quantia de R $ 250.000 destinados a a construção de um matadouro na cidade de Encanto. Ágora RN

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.