A Câmara irá discutir questões de reconstrução dos estados e municípios no campo da segurança social.

0

[ad_1]

A semana na Câmara dos Deputados começará com as últimas negociações entre o grupo econômico, líderes do partido e governadores sobre a possível re-inclusão de estados e municípios na reforma previdenciária, que ainda está em uma comissão especial, que

De acordo com o projeto de lei enviado pelo governo federal, de emendas à Constituição (PEC 6/19), a reforma previdenciária será automaticamente aplicada aos funcionários estaduais e municipais sem a necessidade de aprovação pela legislação local. autoridades Yelnia.

O prefeito Rodrigo Maya (DEM-RJ) disse que se encontrará novamente com os governadores nesta terça-feira (2). Se um acordo for alcançado, a inclusão das autoridades locais na reforma entrará em uma votação adicional por um relator, cuja leitura está marcada para terça-feira em uma comissão especial.

“Nosso limite é terça-feira. Na terça-feira, o palestrante apresentou o relatório, e na semana seguinte votamos em um comitê especial de prontidão [para ser votado] para a reunião plenária da próxima semana ”, disse Maya na quinta-feira (27), deixando a residência oficial da Presidência da Câmara, em South Lake, em Brasília. depois de se reunir com líderes do partido e Samuel Moreira

Rodrigo Maya apoia esperando por uma votação no PEC 6/19 em uma sessão plenária da Câmara antes do recesso parlamentar, que começa às 18

Na semana passada, o comitê especial fechou a fase de discussão neniya. Após a votação de um relatório colegial, o texto será revisado em uma sessão plenária da Câmara e exigirá a aprovação de três quintos membros (308) em duas rodadas.

Governadores

Na quinta-feira (27), o ministro da Economia, Paulo Guedes, esteve na casa do presidente do Senado Davi Alcolumbre (DEM-AP) em Brasília para avançar na adaptação dos estados à reforma previdenciária . O líder do Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE) também participou da reunião e disse que a equipe econômica trabalhará para apresentar uma proposta que (19659003) "Esperamos que até segunda-feira (1) o entendimento mútuo possa ser alcançado com os governadores Venha ao Brasil na terça-feira (2) para poder demonstrar publicamente a compreensão do edifício. "

Durante as negociações da semana passada com os legisladores, os governadores afirmaram que a reforma não resolve o problema do dinheiro do Estado. Eles pediram a aprovação de projetos que aumentem os recursos das autoridades locais.

Agência Brasil

[ad_2]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.