A associação defende o juiz que atacou Bolsonaro.

0

A Associação Nacional dos Magistrados do Trabalho (Anamatra), principal organização da classe, foi contra o juiz Jeronimo Azambuja Franco Neto, da 18ª Vara do Trabalho de São Paulo, que criticou injustamente o governo do presidente Jair Bolsonaro, em uma frase: que foi lançado na semana passada. A informação vem da Veja.

Na última frase da quinta-feira 16, Franco Neto escreveu: "A merdocracia neoliberal neofascista está lá para quem quer ou pode ver". E acrescentou: "Eu acredito que as palavras acima explicam bem o que eu Descreva merdocracia, isso mesmo, poder de merda. (…) Em termos de trabalho, eles também são exemplos da expansão neofascista da reforma do trabalho corporal. (…) E aqui nem preciso me lembrar das inúmeras medidas provisórias mais conhecidas como merda progressiva do Presidente da República. "

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.